Blog Primeira Essência » Um lugar para se encontrar

Masthead header

Testemunhos
Ainda que não compreendamos algumas atitudes de Deus em nossa vida, precisamos aceitar que Deus é perfeitamente justo e que está fazendo o melhor por todos nós.
Passei um ano de 2014 de lutas, batalhas e vitórias, Deus esteve comigo a cada momento e pude sentir as realizações de seus planos para mim diversas vezes no ano passado. Vi o amor de Deus nas minhas novas amizades, no meu trabalho, na minha casa, na minha família, nas minhas compras, em algumas escolhas e nas minhas conquistas. Planejei para mim um 2015 de alegrias, prazeres, descanso, retorno financeiro, saúde e viagens. Iniciei um ano maravilhoso com férias inigualáveis, as quais acreditei que eram boas demais para mim, que eram melhores do que eu merecia. Porém ao chegar em casa para seguir os projetos que tinha em mente, todos se desmoronaram rapidamente, vi meu 2015 totalmente diferente, olhava para os céus e perguntava por que? Para que? Até as conquistas que estavam ganhas foram adiadas. Tentei colocar os problemas nas mãos de Deus, mas prontamente carregava novamente esse fardo. Demorei um pouco, mais percebi, com a ajuda de amigos e através da oração, que Deus está me moldando. Porque para receber milagres é necessário ter problemas, e para haver total entrega é preciso haver total dependência, eu não sou nada, Ele é tudo. Minhas dificuldades são uma ponte, uma preparação para as bençãos divinas.

View full post »

Ele vive!

“Por trás dos restos desses super-homens e diplomatas imperiais, está a figura gigante daquele, por causa de quem, por quem, em quem e através de quem a humanidade ainda pode encontrar paz: a pessoa de Jesus Cristo.” (Ravi Zacharias, filósofo, escritor e palestrante)

Esse é o último texto da nossa série especial de Páscoa. Comecei tocando na ferida da própria historicidade de Jesus, mostrando para você que esse homem realmente existiu, fez afirmações muito distintas e morreu nas mãos de seus acusadores. View full post »

Screen Shot 2015-04-02 at 17.09.01

Talvez, o último texto seja o mais importante passo para o exercício que estamos fazendo nessas últimas semanas. Nele, você pôde ver o que muitos historiadores e estudiosos do Novo Testamento aceitam como “fatos históricos” relacionados aos relatos da Ressureição de Cristo. Porém, hoje, chegaremos ao clímax de todo o nosso percurso. Qual a explicação para esses fatos? View full post »

Fatos mínimos para a ressurreição

Olá, amigos! Espero que vocês tenham aproveitado o último post. Se não, leia-o aqui. Tem sido muito bom estudar e escrever sobre esses assuntos.

Como eu disse, a partir desta semana, trataremos do tema da Ressureição de Cristo sob a óptica da história. Eu não sou historiador, mas espero ao menos ajudar vocês a compreenderem que a nossa fé é tão racional, que até um leigo consegue explicá-la. Sabemos que Jesus ressuscitou. Mas como “provar” a ressureição? View full post »

Olá!

Vamos começar desta vez com este vídeo de um historiador agnóstico Bart Ehrman:

Em breve, boa parte do mundo celebrará um feriado simbólico da Páscoa. Sabendo que todo o Cristianismo surgiu e continuou se expandindo pela forte crença de que esse homem havia ressuscitado dentre os mortos, eu vou publicar uma série de três textos com o intuito de mostrar que, no mínimo, a crença na Ressureição de Cristo não apenas é possível, mas também muito provável historicamente. Agora, eu queria apenas evitar o erro de pensar que Ele não existiu. Não devemos apagar um personagem da história apenas para não termos que nos deparar com um “sério problema” que ele nos traz (o problema da possibilidade de milagres). O problema que quero resolver aqui é aquele criado muito provavelmente por fontes duvidosas de conhecimento tão presentes na atualidade. View full post »