Blog Primeira Essência » Um lugar para se encontrar

Masthead header

A arte de tomar decisões

“As escolhas sábias o guardarão, e o entendimento o protegerá”. Provérbios 2:11

Você já se viu diante de uma situação onde precisava tomar alguma decisão e simplesmente não sabia o que fazer? Se arrepende de alguma escolha que fez e faria diferente se tivesse a oportunidade? A verdade é que a todo momento estamos tomando decisões. Essa certamente é uma daquelas circunstâncias da vida que não tem como fugir. Mais cedo ou mais tarde nos encontraremos nessa mesma encruzilhada. Logo, saber tomar boas decisões é essencial para todo ser humano. Afinal, cada escolha implica em consequências, sejam elas boas ou más, pequenas ou grandes. A grande pergunta é: o que podemos fazer para tomar boas decisões?

Saber escolher bem parece que nunca foi um ponto forte do ser humano. Nossos primeiros pais, ao serem criados por Deus, tinham a sua disposição uma infinidade de árvores no jardim. E qual escolheram comer? Justamente aquela que Deus havia proibido. Você pode ler mais a respeito no capítulo 3 do livro de Gênesis. Falar sobre as consequências que a decisão deles gerou se torna desnecessário, todos percebemos isso claramente em nossas vidas.

Dez capítulos depois, em Gênesis 13, nós lemos a história de um episódio que envolveu Abrão, o Pai da Fé, e seu sobrinho Ló. Diante da grande prosperidade que ambos possuíam, não havia mais a possibilidade de ambos habitarem na mesma terra, pois possuíam muito gado e os recursos da terra não eram suficientes. Abrão propôs que Ló escolhesse para que lado desejava ir. A terra que ele achasse melhor seria dele e Abrão seguiria para outro lugar. A Bíblia diz que Ló, “olhando ao redor” escolhe aquela que parecia a melhor opção, com boas pastagens para seu rebanho e aparentemente uma boa terra para se viver. O decorrer da história, contudo, nos mostra que a decisão de Ló definitivamente não foi a melhor. Comentando esse episódio, o livro Mensagens aos Jovens, escrito por Ellen G. White, diz que:

“Ló escolheu Sodoma como residência porque olhou mais para as vantagens temporais que obteria do que para as influências morais que cercariam a ele e a sua família. O que lucrou ele quanto aos bens deste mundo? Seus bens foram destruídos, parte de seus filhos morreu na destruição daquela ímpia cidade, sua esposa se tornou em estátua de sal no caminho, e ele mesmo foi salvo “como pelo fogo”. 1 Coríntios 3:15. E os maus resultados de sua escolha egoísta não terminaram aí; a corrupção moral do lugar havia se misturado tanto com o caráter de seus filhos, que não podiam discernir entre o bem e o mal, entre o pecado e a justiça”. — Mensagens aos Jovens, pág. 419

Diante do desafio que é tomar boas decisões, será que podemos encontrar orientações na Bíblia a respeito do assunto?

Antes de mais nada, é importante saber que Deus está realmente disposto a nos orientar em todas as decisões que precisamos tomar. Isso fica muito claro quando lemos textos, como por exemplo, o Salmo 25:12: “Quem são os que temem o Senhor? Ele lhes mostrará o caminho que devem escolher”.

Sabendo disso, vejamos alguns princípios que encontramos nas Escrituras, especialmente no livro de Provérbios, que podem nos ajudar a escolher bem na próxima vez que precisarmos tomar uma decisão:

  1. Peça sabedoria a Deus (Provérbios 2:6; Tiago 1:5). Deus é a fonte de sabedoria e concede livremente a todo aquele que lhe pede. O segredo para tomar decisões, por tanto, é pedir para aquele que é “maravilhoso em conselhos e magnífico em sabedoria” (Is 28:29).
  1. Considere, em primeiro lugar, não ferir nenhum princípio bíblico (Provérbios 3:1, 2). Busque saber o que a Bíblia como um todo diz a respeito do assunto. Em alguns casos isso vai reduzir bastante as suas “alternativas”.

Obs: esse item implica na necessidade de contato constante com as Escrituras para “fazer conforme tudo quanto nela está escrito” Josué 1:8.

  1. Busque a vontade de Deus e desconfie de si mesmo (Provérbios 3:5-6).

Todos estamos sujeitos a cometer erros em nossas decisões. A melhor forma de evitar isso é buscar saber a vontade do Senhor em primeiro lugar. Ele, que conhece o futuro e as possíveis consequências de nossas escolhas, deve ser consultado e uma vez que entendemos a sua vontade, devemos priorizá-la.

  1. Não confie apenas nas aparências (Provérbios 16:25). É muito comum tomarmos decisões equivocadas por levarmos em consideração apenas aspectos positivos da escolha que faremos. Leve em consideração todos os aspectos da questão. Pense em possíveis prós e contras de cada alternativa.
  1. Ouça os conselhos de pessoas cristãs e experientes (Provérbios 11:14; 15:22). É extremamente importante buscar conselhos de pessoas mais experientes e cristãs. É bem provável que a maioria delas já tenha passado por uma situação semelhante o que pode contribuir muito para nos ajudar em nossa decisão. Contudo, é preciso tomar muito cuidado ao fazer isso, afinal, nem todos os conselhos são sensatos, por mais que as pessoas sejam bem intencionadas. E nem sempre todas as experiências se aplicam a todas as pessoas. Encontramos um exemplo claro a respeito do cuidado que devemos ter ao ler a história de Roboão, registrada em 1 Reis 12.
  1. Não seja precipitado (Provérbios 19:2). É preciso tomar cuidado para não agir por impulso e decidir mal. Como o texto diz “a pressa resulta em escolhas erradas”. Avalie, reflita a respeito, analise com cuidado, sobretudo nas decisões que têm um impacto maior sobre a sua vida e avl vida de outras pessoas, como: que faculdade fazer, com quem me casar, onde morar, etc.
  1. Não fique parado esperando um evento sobrenatural para tomar uma decisão.

Algum tempo atrás ouvi um pastor dizer que “enquanto Deus não diz para você claramente o que você deve fazer, faça o que você acha que tem que fazer”. Decidir com pressa, como citado no item anterior, não é recomendável. Contudo, igualmente prejudicial é esperar demais para tomar uma decisão. Se você já seguiu todos os itens anteriores e entendeu que a alternativa X é a ideal, tome a sua decisão!

O Pai Celestial está disposto a guiá-lo em todas as decisões da sua vida, sempre que você precisar. Que ao surgir a necessidade de fazer uma escolha, sua atenção se volte naturalmente para Ele em busca de auxílio e certa é a promessa de que Ele vai atendê-lo. Afinal, Ele mesmo diz:

“Eu o guiarei pelo melhor caminho para sua vida, lhe darei conselhos e cuidarei de você”. Salmo 32:8

Elvis Silva

Olá, sou o Elvis. Sou formado em Análise de Sistemas e no momento faço parte do Ministério de Ensino da Primeira Essência. Sou apaixonado pela Bíblia e amo compartilhar com outras pessoas o que tenho aprendido. Gosto de desenhar e ultimamente tenho me dedicado mais aos desenhos realistas. Também aprecio muito a tranquilidade, por isso, não só contemplo a paz, como gosto de mantê-la dentro de mim.

  • Dalton Leça - Que texto, massa!! Que possamos sempre buscar o auxílio de Deus para tomar nossas decisões!!respondercancelar

Your email is never published or shared. Required fields are marked *

*

*