Blog Primeira Essência » Um lugar para se encontrar

Masthead header

VAR

Você pode não ser um adepto do futebol, mas, nos últimos tempos, tenho certeza que, pelo menos uma vez, você já viu ou pela TV ou por algum tipo de MEME o sinal retangular que o juiz de futebol faz para chamar o VAR.

O VAR é uma tecnologia implantada para tentar diminuir os erros dos juízes nos jogos e, em casos específicos, é possível que ele consulte ao árbitro de vídeo para verificar se a sua decisão foi acertada ou não.

Embora tal tecnologia não existisse há mais de 3.000 anos, um dos Reis mais conhecidos de Israel pôde utilizar de uma “uma segunda chamada” para o mesmo lance de sua vida. Sim, estou falando de Davi.

Enquanto o seu povo guerreava, Davi escolheu adulterar com a mulher de um de seus soldados. Após algumas tentativas de tentar “apagar os seus erros”, resolveu matar o fiel soldado para abafar de vez o caso.

Recebeu, então, a visita de Natã, um profeta enviado por Deus para ter uma conversa com ele. Natã, muito sábio, começa contando uma história ao Rei: em uma cidade havia um rapaz muito rico e outro muito pobre, que possuía apenas uma cordeirinha, criada literalmente como filha. Quando chegou um visitante na casa do rapaz rico, ele foi até a casa do pobre e furtou a sua ovelhinha e a serviu ao visitante.

Davi, então, cheio de raiva, gritou: que este homem morra e devolva em quádruplo a morte de sua ovelhinha.

Nesse momento, então, Natã resolve fazer o sinal retangular e chamar o VAR! Ele pega Davi pelo braço, corre por todo o campo, chega na cabine do VAR e dá play no lance real.

Natã mostra a Davi que o homem rico era ele e aclarando o tamanho de seu erro. A sentença que havia recebido de si mesmo era a morte, mas o seu arrependimento fez com que Deus o perdoasse e que ele não morresse, a despeito de ter sofrido as consequências de seu pecado.

Eu não sei se você tem em sua vida lances que preferiu esconder e deixar despercebido por todos – até por Deus. Se existem, é hora de você chamar o VAR, rever o lance na certeza de que Deus estende o seu perdão e anula o cartão vermelho da morte eterna, te concedendo a chance de uma prorrogação infinita.

Your email is never published or shared. Required fields are marked *

*

*